Como livrar-se das dívidas?

2.442

O excesso de endividamento é uma das doenças financeiras que mais afecta as famílias em todo mundo.

Na expectativa de melhorar momentaneamente a qualidade de vida muitos de nós assumimos cada vez mais compromissos financeiros como crédito automóvel, adiantamentos de contas ordenado, excesso de compras a prestações, etc.

Achamos sempre que conseguimos fazer uma gestão ou malabarismo destes compromissos cada vez maiores, vivendo no limite das nossas possibilidades. O problema surge quando o seu “suposto equilíbrio” é afectado por algum acontecimento não planeado como um acidente com o seu carro, um incêndio, um internamento familiar prolongado. Este desequilíbrio na sua ilusória estabilidade irá dar lugar a um verdadeiro vendaval das dívidas e  perceberá o poder negativo dos juros.

Se você está neste momento completamente tomado por uma bola de neve de dívidas, deve para os amigos, para a família, para o banco, a renda de casa e até a escola dos filhos (pode parecer exagero, mas acontece mais vezes do que imaginamos) e quer mudar, comece a agir agora, pare de contrair dívidas e siga o passo a passo a baixo:

  • Identifique as suas dívidas:  Você tem que saber ao cêntimo quanto exactamente deve. Não adianta enterrar a cabeça na areia e tentar esquecer, as dívidas vão continuar a crescer a sua espera. Comece por fazer um check up financeiro e depois construa uma tabela com o nome da pessoa ou instituição a quem pediu empréstimos, o montante em dívida e os juros de mora, caso existam. Pode fazer isso em papel, no computador ou no telefone.



  • Organize-se e crie dinheiro: Se você está altamente endividado antes de pensar em começar a pagar alguém você primeiro deve organizar a sua vida financeira. Se não fizer isso e mesmo que você consiga sair deste aperto momentâneo, nada garante que rapidamente não volte para esta mesma condição.
    E como vou criar dinheiro? Calma, não estou “maluca”, é possível sim! Dê um passo para trás. Quanto você gasta mensalmente em internet, televisão, telefone? Pode cortar para metade? Pode usar durante algum tempo um pacote mais básico? Qual é o valor da sua renda? É compatível com o seu nível de vida? Que tal mudar para uma casa mais económica? Reveja um por um os seus gastos, veja o que pode cortar, faça a partir de agora um orçamento inteligente e se possível tente combinar com um rendimento extra.

 

  • Volte a negociar as suas prestações: Contacte os seus credores e explique a sua situação, tem que encarar os problemas de frente! Fale com cada um deles e chegue a um consenso. Tente aumentar o prazo de pagamento, sem alteração dos juros, tornando a prestação a pagar mais pequena. Tente também fazer propostas para eliminar algumas dívidas antigas por valores mais baixos. Se por exemplo deve 100.000 kz há mais de 1 ano, poderá contactar o credor e dizer que tem apenas 80.000 kz disponíveis e se ele concorda em quitar a dívida desta forma. Irá surpreender-se, muitas credores preferem receber alguma coisa, a não receber nada.

 

  • Faça um plano de pagamento: Depois de ter todas as cartas necessárias para decidir, estabeleça uma ordem de prioridades. Dê primazia as dívidas mais caras que são aquelas com uma maior taxa de juro. Normalmente as dívidas bancárias, com cartão de crédito, crédito pessoal, etc têm taxas de juro elevadas, e quando o cliente entra em incumprimento com as suas prestações, são aplicados juros sobre juros que fazem a sua dívida crescer exponencialmente. Assim que conseguir normalizar a prestação da sua dívida mais cara, passe para a seguinte, eliminando aos poucos o seu valor em dívida.

 

Com estes 4 passos passará a controlar as suas dívidas e as suas finanças. Um Kamba Rico, tem sempre a cabeça erguida e as finanças organizadas, elimine as dívidas exageradas da sua vida.


Se precisa de orientação na sua vida financeira ou jornada empreendedora clique e agende uma Sessão de Aconselhamento Financeiro, ou envie um email para [email protected] Vamos conversar Kamba! 🤗

3 Comentários
  1. Honorato diz

    Eu faço uma visita diária a alguns sites para ler conteúdo, mas este site oferece um recurso baseado em
    conteúdo.

  2. Correia diz

    Já é uma grande ajuda saber disso!

  3. Izequiel diz

    Foi Deus que me enviou a este site.
    Estou a quase 4 horas a ler artigos deste site. Esta ser uma magna aula financeira.
    Muito obrigado sra, Márcia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X