Cuidados a ter antes de pedir um Crédito Pessoal!

2.133

Todos nós temos vários objectivos e projectos pessoais ligados ao consumo. Uma obra em casa, a mudança de guarda roupa, viagens, aquela festa de casamento ou o boda dos 40 anos.

Seja qual for o seu objectivo, se está a caminho do patamar de um Kamba Rico, então normalmente você planeia com antecedência as suas despesas e acumula uma poupança para o efeito. Mas em uma situação extraordinária, caso não tenha o montante completo para fazer face a despesa, não tem ninguém próximo para ajudar naquele momento e não puder esperar mais algum tempo para juntar o valor que necessita, solicitar um crédito pessoal poderá ser a solução.

Se já pensou nisso alguma vez (pedir um crédito pessoal), vamos entender o que é e quais os cuidados a ter antes de contratá-lo.

Crédito Pessoal: é um empréstimo bancário de curto e médio prazo, que em Angola normalmente tem um prazo entre  6 a 60 meses, em que obtemos o montante solicitado, que em alguns bancos pode chegar até 15.000.000 kzs, mediante o pagamento de um juro ao banco, por nos ter cedido este dinheiro. Ou seja, estamos a comprar dinheiro mais caro!



Agora que você sabe exactamente o que é o crédito pessoal, e antes de se  comprometer com um, você deverá ter em conta os 4 pontos abaixo:

  • Qual a importância do dinheiro? Você deve ponderar bem, se valerá a pena pagar mais caro por este dinheiro. Será que é a hora para fazer esta despesa, não podemos mesmo, esperar mais um bocado? Não podemos suportar esta obrigação ou compromisso com o dinheiro que temos disponível?

 

  • Qual é a sua taxa de esforço real? A taxa de esforço calculada pelos bancos varia entre 30 à 40% do seu rendimento total. Mas você deve fazer o seu próprio cálculo de acordo com os seus compromissos já assumidos ex: daqui a alguns meses o seu filho vai entrar para a creche e vai passar a ter uma nova despesa, ou vai alugar um apartamento. Será que comprometer 30% ou 40% da sua renda é razoável? Temos que ter bastante cuidado para que em poucos meses a taxa de esforço não se torne insuportável e quando isso acontece a sua única solução poderá ser novamente a divida para cobrir as suas despesas correntes. Atenção!!! Você deverá ter muito cuidado com pagar dividas com dividas, porque aí você poderá entrar num círculo vicioso muito perigoso.

 

  • Qual é a estabilidade de rendimento? Você tem um emprego com rendimento fixo? Os seus rendimentos vêem de trabalhos por conta própria e de forma irregular? Você recebe o seu rendimento sempre na mesma data ou varia? O seu rendimento é sazonal? Você só tem um rendimento? O seu rendimento é o único que sustenta a casa ou há mais algum? Pense em tudo isso antes de pensar em um empréstimo. Lembre-se que os bancos irão sempre descontar as prestações na mesma data, e caso a sua conta não esteja provisionada, além dos juros de empréstimo, você também poderá pagar juros de mora, que é uma taxa sobre o atraso do pagamento.

 

  •  Já comparou vários bancos? Muitas vezes nos acomodamos quando queremos obter um crédito, achamos que só o banco em que temos o salário domiciliado serve para nos “ajudar”. Informe-se e explore, poderá surpreender-se ao encontrar uma proposta bem mais vantajosa para si em outro banco.

Depois de responder com segurança e tiver a certeza que continuará cómodo com este empréstimo, aí sim você estará apto a contratar um crédito pessoal!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X