Inapem e Caixa Angola assinam acordo para financiamento a PMES

90

O Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas (INAPEM) e o Banco Caixa Geral de Angola (BCGA) assinaram hoje um memorando de entendimento com objectivo de identificar oportunidades mútuas de desenvolvimento nas relações institucionais entre si.

O acordo, que foi rubricado pelo Presidente do Conselho de Administração do INAPEM, João Nkosi e pelo administrador do BCGA, Francisco da Silva, destina-se, na prática, a financiar iniciativas empresariais que concorrem para o aumento da produção nacional.

Durante a vigência do acordo, sem um horizonte temporal definido, o INAPEM vai ajudar o BCGA na identificação de projectos sustentáveis, que necessitem de financiamento e que tenham beneficiado dos serviços de assistência e consultoria técnica, para fins de conformação e acompanhamento dos respectivos dossiers de crédito.  

Em declarações à imprensa, Francisco da Silva referiu que a sua instituição dispõe-se aa financiar preferencialmente projectos de até 50 milhões, mas conta com uma bandeira de até 100 milhões para projectos que se justifiquem.

Explicou que vão ter uma matriz dos documentos necessários para cada operação, de acordo com o montante associado à cada projecto, bem como serão rigorosos na análise para concessão de crédito, céleres nos pedidos de avaliação e com uma capacidade de resposta atempada aos empresários sobre a sua situação.

Disse esperar que a capacidade de filtragem desses processos à nascente sejam excelentes, para que o nível de aprovação seja o mais elevado possível.

Por sua vez, João Nkosi salientou já haver 25 projectos na unidade técnica da sua instituição, que vão procurar avaliar a sua pertinência e despoletar o processo junto do banco para análise e possível financiamento.

Acrescentou que durante a vigência do acordo vão procurar simplificar os processos, ajudando os seus promotores em todas as fases da sua elaboração, antes de submeterem o projecto à banca para conformação dos dossiers de crédito.

Para o gestor do INAPEM, o acordo é mais uma solução de financiamento para iniciativas que concorrem para o aumento da produção nacional, que irá contribuir significativamente no processo de crédito.

A iniciativa, acrescentou a fonte, têm vários serviços que poderão impactar positivamente na conformação de dossier para empréstimo, com destaque para a formalização e conformação.

Fonte: Angop

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X