Baixa literacia (financeira e digital) apontada como a principal causa de burlas na rede multicaixa

100

A EMIS comunicou que até Abril de 2022 foram registas 1.005 denúncias sobre fraudes na rede Multicaixa, o que representa 47% do total de denúncias em 2021 com um total de 2.147 queixas. Sendo grande parte das reclamações respeitantes a aplicação Multicaixa Express.

“Em geral, os incidentes estão ligados à baixa literacia digital das pessoas”, explica Duano Silva, administrador executivo da EMIS. “É um problema do País, parece assente que os angolanos usam o que há de melhor em termos de tecnologia mas tiram pouco partido das suas valências, limitando-se à utilização mínima. É preciso notar que a literacia digital não é o mesmo que a instrução académica das pessoas. Muitas das burlas ocorrem sobre pessoas com alta instrução académica, que não cumprem a mais básica recomendação de segurança – não partilhar códigos e PIN”s”, sublinha o gestor.

Para além da literacia digital, também a baixa literacia financeira dos angolanos em geral abre a porta a roubos e fraudes no sistema de pagamentos. Por isso, a instrução digital e financeira é importante para aumentar a segurança dos utilizadores. “Nós temos a responsabilidade de tornar os canais e os instrumentos mais seguros”, assegura Duano Silva. Enquanto o dinheiro físico (moedas e notas) é cada vez menos utilizado, os cartões de débito e crédito, bem como as diferentes aplicações baseadas em tecnologia (como o Multicaixa Express, dinheiro móvel ou os serviços de banca digital), têm uma utilização cada vez mais alargada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X