Erros que os solteiros cometem com dinheiro!

1.894

Kamba, está na faixa entre os 20 e os 30 e poucos anos de idade? Ainda não está casado e nem vive maritalmente? Vive com os seus pais ou sozinho?

Reconheceu-se nesta descrição? Pois bem, isso provavelmente quer dizer que não tem grandes responsabilidades na vida, nem grandes custos. Se está solteiro e empregado, a probabilidade de estar a cometer alguns erros financeiros assim que recebe o salário é muito grande.

A maior parte das universidades e famílias angolanas não providencia educação financeira aos seus estudantes e filhos. Ao começar a vida profissional, saber gerir o salário que recebe é tão importante quanto conseguir um bom emprego.

Seleccionamos uma lista de erros a evitar, quando o assunto é dinheiro:

1- Não poupar: Como beber água e fazer exercício, guardar dinheiro é um hábito que deve ser cultivado. Assim que receber o primeiro salário crie o hábito de separar em primeiro lugar a sua poupança. Quem não tem grandes responsabilidades pode poupar e investir acima 50% ou mais dos seus rendimentos e ir acumulando para os seus objectivos e futuro. Viver de chapa ganha, chapa gasta não é uma opção. Pensar em “começo a poupar no próximo mês” só atrasa a organização da sua vida financeira. Já ensinamos aqui várias vezes, pague a si mesmo primeiro, programe uma transferência automática, assim que receber o salário.

2- Não controlar os gastos: Já não há motivos para não controlar os seus gastos, você pode verificar os pagamentos e recebimentos nas suas contas, a qualquer hora em um computador ou telefone. Em Angola temos como exemplo o ATLANTICO, que é um banco digital desde abertura de conta, está disponível 24 horas por dia com depósitos, pagamentos, consulta de saldos e movimentos via internet banking. Você tem a sua conta bancária na palma da mão. Não há motivos para não controlar os gastos.

3- Despesas elevadas: Principalmente com exageros no lazer, viagens, almoços e jantares fora, festas, encomenda de fastfood entre outras. Você pode aproveitar a vida ao máximo, mas tenha um orçamento fixo para este tipo de despesas porque podem rapidamente descontrolar-se.

4- Não investir em activos: É importante pensar não somente no status como carros, roupas de marca, mas também em bens que lhe irão gerar retornos. Aproveite que esta é a melhor fase da vida para investir.

5- Falta de objectivos: É importante pensar no que quer fazer para o futuro e não viver apenas no presente, estabeleça objectivos para o próximo ano, para daqui a 2 anos, pense para frente.

Partilhe estas dicas com os seus amigos, filhos, sobrinhos, irmãos que são solteiros e independentes. O que faz toda a diferença nos seus gastos é o  controlo financeiro. Tudo é uma questão de vontade e disciplina!

1 Comentários
  1. Alberto Jaime diz

    Preciso reconhecer o impacto positivo destas dicas na minha vida. Muito obrigado, e se poder mande mais para o meu correio electrónico

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X