Você tem ou sabe o que é um fundo de emergência?

906

Após o lançamento do artigo sobre a regra mais básica do Kamba Rico recebi algumas questões e dúvidas sobre o que é o fundo de emergência e principalmente qual a diferença entre o fundo de emergência e uma poupança.

Essas dúvidas mostram que há kambas que querem se tornar no próximo Kamba Rico. Óptimo! Vamos lá explicar o que é um fundo de emergência, quando e como você deve utilizá-lo e se esse dinheiro deve ou não ser aplicado.

Primeiro, referir que o fundo de emergência é uma poupança. Quando nos comprometemos em criar uma poupança, ela deverá ter dois objectivos.

  • O primeiro deverá ser a criação do fundo de emergência
  • E após isso você deve investir os excedentes.

O fundo de de emergência deve ter um valor definido e com fim especifico que é servir apenas para lidar com imprevistos, como problemas de saúde, acidentes, despedimento, etc. Este fundo deverá dar-lhe paz para você poder executar os seus planos e atingir as metas importantes na vida. É importante que defina quais as situações em que você deve movimentar o seu fundo de emergência. Seja rígido nas regras de movimentação e antes de mexer no fundo de emergência, pense se não há outra solução para ganhar uma renda extra (vender algo que não usa, fazer horas extras, prestar um serviço, etc). A sentada de quintal com os seus amigos, ou o casamento da sua prima não são motivos suficientemente válidos para gastar o seu fundo de emergência que lhe custou a criar.



Falando em valores, o ideal é ter uma reserva entre três a seis meses dos seus gastos mensais. Se você tem despesas totais fixas de 50.000Kz (não estamos a falar de gastos variáveis e supérfluos), o ideal é que você crie um fundo de emergência de 300.000Kz. Se por azar você perde o seu emprego, este fundo o ajudará a aguentar o barco em até 6 meses, enquanto procura um novo emprego. Não ter um fundo de emergência é como andar numa corda a mais de 10 metros de altura e sem uma rede em baixo para o caso de se desequilibrar e cair.

Um fundo de emergência deve ser criado o quanto antes, por isso assuma durante alguns meses um orçamento mais apertado e com alguns cortes até que ele seja formado. Se o seu orçamento mensal é mais apertado e não permite formar reservas, pense mesmo em cortar alguns gastos importantes, mas não essenciais, já que o objectivo é conquistar uma situação de estabilidade. Estas escolhas irão gerar algum desconforto durante algum tempo, mas irá proporcionar-lhe muito mais conforto no longo prazo.

Caso não queira deixar este seu fundo parado no banco e investir, é importante investir em algo seguro e que tenha disponibilidade imediata. Lembre-se que são fundos destinados a situações de emergência, portanto devem estar disponíveis sem complicações. Caso haja emergências e seja necessário que você movimente o fundo, assim que a emergência for ultrapassada você deve se preocupar em repor o fundo o mais rápido possível.

Um Kamba Rico nunca é apanhado desprevenido mediante os imprevistos da vida, comece hoje mesmo a montar o seu fundo de emergência!

3 Comentários
  1. Marisa diz

    Começo hj mesmo, muito obrigada

  2. Margarida A. diz

    Estava sem qualquer orientação financeira e literalmente gasto todo o meu rendimento mensal, mas os seus artigos são excelentes e mostraram uma luz para clarear a minha situação, que diga-se está mal. Muito obrigada e continue com esta linguagem simples que pode ajudar pessoas de qualquer extracto social.

  3. Teresa Pinto Bande diz

    Com este poste tenho uma visão ampla sobre o fundo de emergencia
    Valeu a dica

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X