Ucan e Ensa com Protocolo para Estágios de Finalistas

360

Os estudantes e recém-licenciados da Universidade Católica de Angola (UCAN) vão passar a estagiar na companhia de seguros Ensa fruto de um protocolo assinado entre as duas instituições.

O protocolo, que tem a duração de um ano com possibilidade de renovação, tem o objectivo de conceder aos estudantes e recém-licenciados a oportunidade de desenvolverem qualidades profissionais associando a teoria à prática no sentido de serem preparados para o mercado de trabalho.

Ainda não está definido o número de estudantes ou licenciados que serão abrangidos por ano nos estágios. No entanto, será criada uma comissão de coordenação paritária integrada por representantes da ENSA e da UCAN, a quem caberá implementar as acções previstas no protocolo.

“Neste particular, caberá à mesma seleccionar talentos locais e nomeá-los a fim de participarem em programas de formação e desenvolvimento geral e no do programa de estágio ENSA-UCAN”, explica Sebastião Freitas, director de capital humano da Ensa.

Após o programa de formação de estágio, os estudantes terão o direito a prémios que serão definidos também pela comissão de coordenação. De acordo com a vice-reitora para a área académica da UCAN, Maria Helena, é uma oportunidade para os estudantes, pois vai permitir que desenvolvam a componente prática nas áreas dos seguros.

Para Lando Faustino, professor e director do Gabinete de Intercâmbio e Relações Internacionais, o protocolo de cooperação é um acordo estratégico que permite que os estudantes qualificados da UCAN aliem a teoria à prática, por via de estágios na Ensa, com a possibilidade de, dependendo da sua prestação, serem incorporados na instituição.

“O prémio de mérito, também instituído por via do protocolo, estimulará os estudantes a destacarem-se, almejando beneficiar das vantagens e benesses que o prémio conferirá”.

Com esta iniciativa, Sebastião Freitas sublinha que a seguradora pretende contribuir para o desenvolvimento do capital humano, acrescentando que o apoio ao desenvolvimento social promove a disseminação do conhecimento científico e contribui para a melhoria da qualidade de vida e o bem-estar da população.

Fonte: Jornal Expansão

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X