Inaugurado no Huambo Centro de Formação Profissional – Cidadela Jovem de Sucesso

57

O director provincial do Instituto Nacional e Formação Profissional (INEFOP) do Huambo, Edvaldo da Costa, esclareceu que o principal objectivo da Cidadela é capacitar os jovens formandos com uma profissão, para após os três anos de instrução possam sair com estudos gerais sobre conhecimentos técnicos em carpintaria, serralharia, electricidade de baixa tensão, informática e agricultura. 

A Cidadela Jovens de Sucesso vai permitir, também, capacitar, sobretudo, indivíduos mais desfavorecidos, com idades compreendidas entre os 15 e 18 anos, com uma formação técnico-profissional de qualidade. 

A Cidadela localizada n o Bailundo tem uma capacidade para 200 estudantes e conta com meios de transportes (autocarros), para assegurar as deslocações diárias dos formandos que não estejam no regime de internato.

O director pedagógico da instituição, Alberto de Castro Quissongo, disse Jornal de Angola, que o empreendimento é composto por um edifício escolar, oficinas de aulas práticas, laboratórios de informática e de electricidade.  

A escola dispõe, igualmente, de edifícios que acolhem as áreas administrativa e de actividades diversas, refeitório, residências para professores e alunos, balneários públicos, quiosques para venda ao público, campo de futebol e uma área agrícola.

A secção agrícola, conta com vários aviários para um universo de 4.500 galinhas poedeiras para produção de ovos, seis estufas para criação de legumes e verduras, um campo aberto com três hectares de regadio para as culturas, assim como colmeias. A mesma vai dispor, ainda, de um centro de produção de mel e equipamentos necessários para o desenvolvimento da formação da actividade. 

A Cidadela Jovens de Sucesso do Bailundo, que dista a 82 quilómetros da cidade do Huambo. Além do Huambo, no país, o Executivo construiu empreendimentos do género nas províncias do Moxico, Malanje e Huíla.

As inscrições para o acesso às matrículas no Bailundo vão da 7ª a 9 classe.

A par da inauguração da Cidade de Jovens, a ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social considerou que a formação profissional é um instrumento eficiente no combate à fome, à pobreza, exclusão social e outras formas de comportamentos desviantes por parte dos jovens.

Fonte: Jornal de Angola

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X