Hortas Urbanas: Poupança e combate a pobreza!

235

Com a crise que se tem vivido no país nos últimos anos, a subida dos preços da alimentação é o prato do dia e infelizmente os nossos salários não sobem da mesma maneira que as despesas.

Quando vamos as compras, ficamos assustados com o aumento de preços! O tomate ou a cebola que se comprava no ano passado com 500 kz hoje poderá estar custar o dobro do preço, todos os dias perdemos o poder de compra e para conseguir poupar é preciso fazer um jogo de cintura e ter muita criatividade!

Pois bem, existe uma forma muito simples, saudável e gratificante de poupar dinheiro nas despesas com alimentação que está ao alcance de todos; ter uma horta em casa! Antes de começar a procurar uma desculpa, saiba que não importa o tamanho da sua casa, existe sempre um cantinho que pode aproveitar para colocar alguns vasos, se tiver uma casa com quintal grande e espaço a vontade, melhor ainda!

A horta é um pequeno investimento que vai gerar uma grande poupança no médio e longo prazo, você pode começar pelas ervas aromáticas, legumes, verduras e se houver espaço evoluir para algumas frutas. Faça um pequeno cálculo do seu gasto mensal com salsa, gimboa, pimentos, gindungo, beringela, mamão, limão, cebolinho, maracujá, tomate, hortelã, limão etc. Com jeitinho pode ter todas essas plantas em sua casa e as suas saladas, os chás, sopas e algumas frutas vão sair da horta. Pense nos preços do supermercado e imagine a sua poupança!

Para começar irá precisar de terra fértil, sementes, mudas de plantas ou até fazer a sua própria sementeira, com uma pesquisa rápida na internet consegue o passo a passo para implementar o projecto. Com um investimento a partir de 2.000 Kzs pode dar o seu pontapé inicial comprando pequenas mudas e ir aumentando a variedade com o tempo, também não precisa de gastar muito dinheiro em vasos, pode começar a sua horta em garrafas PET ou sacos fortes, usar o canteiro de casa, varandas e até mesmo fazer uma estrutura para uma horta vertical, caso esteja mesmo sem espaço. Basta querer!

Cuidar de uma horta ajuda a relaxar, melhora o humor e ajuda a retirar o stress de uma vida agitada. Envolva também os seus filhos nesta actividade para que desde cedo aprendam a dar valor a natureza e trabalhem o cuidado e responsabilidade com as plantinhas.

Uma horta urbana comunitária também tem um grande papel no combate a fome, pobreza e pode ser implementada nas escolas, igrejas, lares, pelas ONGS, administrações municipais e governos provinciais . Estas hortas vão fornecer aos grupos excluídos alimentos, uma fonte renda, um foco para atividades conjuntas e um canal construtivo para a energia dos jovens. Com um simples projecto de horta comunitária é possível afastar muitos jovens e adultos de situações de criminalidade, da mendicidade na rua e transferir dignidade e capacitação para o mercado de trabalho.

A horta comunitária é uma solução simples, barata e de rápida implementação com um impacto muito positivo na qualidade de vida das famílias de baixa renda implementada em muitos países como Brasil, África do Sul, Colômbia, México. O que falta para começar o seu projecto?

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X