Dicas de Networking para carreira e negócios

490

Dicas para pequenos empreendedores e para quem quer crescer profissionalmente

Ao falar de Networking gosto sempre de começar pela competência profissional. Antes de pensarmos em contacto com outras pessoas é importante que pensemos no que temos nós a oferecer.

A máxima que orienta “junta-te aos bons” faz-nos perceber que a grande maioria quer juntar-se a quem tem algo a acrescentar e, se não tivermos nada a nosso favor, porque razão quererão os outros fazer parte da nossa rede de contactos profissionais?

Por agora interessa-nos entender que ter uma rede de contactos profissionais gera visibilidade e esta, por sua vez, gera oportunidades. Portanto, quanto mais sólida e bem estruturada estiver uma rede de contactos, mais possibilidades de crescimento profissional se tem. Neste sentido, surge a pergunta:

O que fazer para criar oportunidades de Networking?

Para pequenos empreendedores e para quem quer crescer profissionalmente existem várias ações que podem ajudar a criar oportunidades de Networking. Neste artigo, vou enumerar cinco que acredito serem fundamentais, a saber:

  1. Ter conhecimento sólido na sua área de trabalho: seja uma referência no assunto. Dedique-se a saber cada vez mais sobre a sua área de atuação. Não se limite aos conteúdos académicos, junte conhecimentos práticos. Não espere, vá atrás do conhecimento sempre que oportuno. As pessoas vão procura-lo por este motivo. Neste ponto, embora o interesse em fazer contactos seja seu, não precisará fazer muito esforço para unir-se a outros profissionais, eles virão voluntariamente quando “seduzidos” pelo seu conhecimento.
  2. Seja sempre cordial e educado com “TODOS”: não interessa se as pessoas que o cercam nesta altura não são as que efetivamente gostaria de ter na sua rede. A cordialidade cria boas referências. As pessoas que forem bem tratadas por si, falarão de si a outras e essas outras poderão ser as que finalmente lhe interessam.
  3. Tenha presença digital: mantenha-se, quando possível, presente na internet por meio das diferentes redes sociais.
  4. Esteja disponível para oferecer ajuda: sempre que esta esteja dentro do seu alcance. Lembre-se que a ideia não é dar para receber. Não é sobre reciprocidade, é sobre disponibilidade.
  5. Mantenha a descrição: mesmo que esteja a necessitar, evite sair por aí a pedir ajuda a todas as pessoas que lhe aparecem, isto em nada contribui para a construção de uma boa rede.

Uma dica extra: leia livros sobre Networking e lembre-se sempre “não basta conhecer alguém, é preciso ser competente”.


Se precisa de orientação na sua vida financeira ou jornada empreendedora clique e agende uma Sessão de Aconselhamento Financeiro, ou envie um email para [email protected] Vamos conversar Kamba! 🤗

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X