BNA Promove Seminário de Educação Financeira Dirigido a Magistrados Judiciais

56

No seguimento da implementação do Programa de Educação e Inclusão Financeira (PEIF), o Banco Nacional de Angola realizou, em parceria com a Associação dos Juízes de Angola, nos dias 30 e 31 de Janeiro do ano em curso, no Auditório Saydi Mingas, Museu da Moeda, um seminário sobre educação financeira dirigido a magistrados judiciais. 

Ao efectuar a abertura do evento, a Administradora Executiva do Banco Nacional de Angola, Marília Poças, disse que a realização deste seminário sublinha o empenho do Banco Central em garantir a estabilidade do sistema financeiro angolano e elevar os níveis de literacia financeira no país, cujos dados recentes revelaram um Índice de Literacia Financeira de apenas 43,7%. 

As finanças pessoais, quando bem desenvolvidas, contribuem para melhorar o bem-estar dos indivíduos e das famílias. Através de ferramentas ministradas é possível apreender a importância do controlo de gastos compatível com os rendimentos e da poupança, bem como do uso correcto dos produtos e serviços financeiros, com particular incidência nos produtos de crédito e poupança. As nossas pequenas e grandes acções financeiras no dia a dia e a nossa relação com o dinheiro, impactam a nossa vida financeira e a determinam, afirmou a Administradora Marília Poças.

Em gesto de agradecimento, o Presidente da Associação dos Juízes de Angola (AJA), Ismael da Silva, enalteceu a disponibilidade e abertura do Banco Nacional de Angola em realizar o seminário, que permitiu estimular a reflexão em torno de temas relevantes que constituem interesse e preocupação dos membros da AJA, tais como, o planeamento financeiro, a aplicabilidade e importância dos orçamentos pessoais e familiares, a​ avaliação de riscos, a contratação de crédito de forma responsável, o sobre-endividamento, o cálculo de prestações creditícias, o funcionamento e disponibilidade de produtos no mercado de capitais, bem como os deveres e direitos dos consumidores de serviços bancários, tais como serviços mínimos bancários, entre outros. 

Participaram do evento o Presidente do Tribunal Provincial de Luanda, João Bessa, magistrados judiciais das comarcas de Luanda, Benguela, Huambo, Uíge, Cuanza-sul, Malanje, Cuanza-Norte, Cabinda, Lobito, estudantes do INEJ e quadros seniores do Banco Nacional de Angola.

Fonte: Website BNA

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X