1.200 Milhões de USD em Crédito Mal Parado

164

O malparado da banca comercial voltou a subir em Junho deste ano para 14,5%, um crescimento de 0,2 pontos percentuais face ao mês anterior. Contas feitas, dos 6,7 biliões Kz que valia o crédito bruto da banca em Junho, 977,6 mil milhões Kz estavam em incumprimento, de acordo com cálculos do Expansão com base nos Indicadores de Solidez Financeira do Sector Bancário do Banco Nacional de Angola (BNA).

Estes 977,6 mil milhões USD equivaliam, à taxa de câmbio do último dia de Junho, a 1.188 milhões USD. Também em dólares, o crédito bruto do sector bancário valia 8.183 milhões USD.

Na prática, por cada 1.000 Kz de crédito bruto do sistema bancário nacional, 145,4 Kz estavam malparados no final de Junho, mês em que a moeda nacional depreciou 28% face ao dólar.

Longe vão os tempos em que o malparado valia 34,5% do crédito bruto da banca, como aconteceu em Junho de 2019. Como o total do crédito bruto era de 4,9 biliões Kz, à taxa de câmbio da altura equivalia a 14.494 milhões USD. Ou seja, o malparado a Junho de 2019 era de 5.000 milhões USD. Só passado um ano é que baixou substancialmente, quando em Junho de 2020 a Recredit “assumiu” o crédito em incumprimento do maior banco público, o BPC. E baixou para 2.026 milhões USD, o que é um sinal do peso que o malparado do BPC tinha no agregado do crédito em incumprimento de toda a banca.

Apesar de hoje se estar muito longe dessas percentagens, para vários especialistas o cenário deverá agravar-se no II semestre deste ano devido à perda de poder de compra das famílias mas também das empresas, numa fase em que a inflação está a acelerar devido à forte desvalorização do Kwanza e à subida dos preços da gasolina.

Fonte: Jornal Expansão

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X