Como preparar a sua filha para a independência financeira

663

Em um passado não tão distante assim, a independência financeira para uma mulher significava que ela tinha conseguido um “bom casamento”. As famílias cumpriram o seu papel e foram capazes de atrair o marido ideal, o que vai sustentar todos os luxos e caprichos da esposa e de quem ela tem que suportar todos os abusos e desrespeitos da vida.

Infelizmente, para muitas mulheres e famílias, principalmente nas nossas sociedades africanas, este ainda é o projecto de vida para as meninas, conseguir alguém que esteja “bem de vida”, custe o que custar. Esta decisão resulta em maior pobreza para as mulheres, menos educação comparativamente aos homens e exposição constante a violência em todas as suas formas. Daí a necessidade do empoderamento financeiro de meninas e mulheres para que elas estejam ao volante das suas vidas.

O empoderamento financeiro das mulheres é um tema que deve ser levado para as nossas casas e começa na forma como criamos as nossas filhas, nos valores que passamos ao longo do seu crescimento. Temos 4 pontos muito interessantes que ao serem implementados na criação das meninas irão resultar em mulheres fortes e potencializar a sua independência financeira no futuro:

  • Ensine o auto valor e a defender os seus direitos: para que percebam que o seu valor como ser humano é igual ao de qualquer rapaz e que quando os seus direitos forem violados não se podem manter caladas. No futuro, ela saberá que tem o direito de estar em qualquer lugar que um homem esteja, basta que tenha capacidades para tal.
  • Incentive-a a arriscar: a sair da zona de conforto, que é algo que os rapazes são incentivados ao longo da sua criação, a serem corajosos, a explorarem novas brincadeiras, a desafiarem-se enquanto as meninas são incentivadas a serem perfeitas (tens que ficar quieta, sorrir e ser bonita). Desta forma trabalhamos a auto-confiança dos rapazes, enquanto tornamos as meninas mais retraídas com medo de enveredar pelo desconhecido. Na minha experiência de aconselhamento financeiro para mulheres, identifico sempre muito medo e necessidade de perfeição. Necessitamos de incentivar também nas meninas a coragem e a melhoria contínua. Mais coragem e menos perfeição! No futuro, a mulher que arrisca irá procurar novas oportunidades para crescer profissionalmente e saber que não precisa de ser perfeita em todos os aspectos, pode melhorar ao longo do caminho!
  • Aumente o seu contacto com profissões do futuro: existe por exemplo um déficit de mulheres nas areas de ciências e tecnologia, muitas vezes não por falta de vocação mas por desconhecimento e porque existe um preconceito de que estas profissões não servem para as mulheres. Portanto quanto mais exposta a menina estiver a diferentes areas do saber, maior leque de opções terá para a escolha da sua profissão. Incentive por meio de programas de TV, canais de youtube cursos temáticos ou ofereça livros.
  • Exponha-a a estórias de mulheres líderes independentes e fortes: seja na comunidade, na família, internacionalmente. Nas vossas conversas diárias é importante partilhar exemplos de representatividade que irão ficar gravados no seu subconsciente e mostrar que se outras mulheres conseguiram um lugar de destaque na sociedade ela com esforço e trabalho também terá o seu. “Olha a tua prima Francisca estuda engenharia, sabes o que é isso? Sabias que Angola teve uma grande rainha chamada Ginga? ” Esses exemplos irão criar uma nova narrativa para ela em que as mulheres podem tudo!

Vamos preparar hoje, as grandes mulheres de amanhã, fortes, determinadas, com carreiras de sucesso e financeiramente independentes.

1 Comentários
  1. Filho do kito diz

    Excelente! parabéns pelo Artigo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!
X